sementes-lopes-braquiaria-brizantha-marandu

Marandú

Informações Técnicas

      Semente Revestida: A semente passa por um processo de escarificação e logo após, todas as semente são tratadas com fungicida e inseticida, para que fiquem protegidas contra o ataque de doenças, fungos de solo e insetos. Posteriormente, as sementes recebem um revestimento que é composto por material colante mais macro e microbutrientes.

  • Semente Não Revestida:Para atingir o ponto de VC ideal, a semente passa pelo processo de beneficiamento onde são realizados os testes para determinação da qualidade das sementes produzidas. Dentre as análises realizadas em Laboratórios credenciados pelo Ministério da Agricultura estão: análise de Pureza, teste de Tetrazólio, teste de Germinação e exame de nocivas. Após a confirmação da qualidade das sementes e conforme o padrão adquirido pelo cliente, a empresa oferece uma estrutura de máquinas para o processo de padronização das sementes.
  • Semente de Alto Padrão:Após o processo de beneficiamento todos os materiais inertes são retirados das sementes, como: terra, torrões, palhas, sementes “chochas” ou mal formadas, pragas, carvões e etc. Além de alta pureza física, este padrão de semente apresenta maior poder germinativo e conseqüentemente maior valor cultural. Se o cliente achar necessário, pode-se fazer o tratamento de sementes com inseticidas.

Valor Cultural (VC%)

O VC% é a associação de duas principais características que irão determinar e comparar a qualidade entre lotes de sementes forrageiras.

É determinado pela seguinte fórmula:

VC(%) = % PUREZA X % GERMINAÇÃO
100

Consideramos um lote de semente que apresenta as seguintes características: 60% de pureza e 84% de germinação:

VC(%) = 60% PUREZA X 84% GERMINAÇÃO = VC(%)= 50%

                                  100

Descrição do Produto

Detalhes: É uma gramínea forrageira perene de hábito de crescimento cespitoso, formando touceiras de até 1,0 m de diâmetro e afilhos com altura de até 1,5 m. Apresenta rizomas horizontais curtos, duros, curvos, cobertos por escamas glabras de cor amarela a púrpura.
Suas raízes são profundas, o que favorece sua sobrevivência durante períodos de seca prolongadas. Boa adaptação e produção de forragem em solos de média fertilidade natural; excelente comportamento em solos arenosos; sistema radicular profundo, o que permite a obtenção de água durante os períodos de seca; requer solos bem drenados e não tolera o encharcamento prolongado; resistente ao ataque das cigarrinhas-das-pastagens; apresenta maior palatabilidade que as outras espécies de Braquiária; desenvolve-se bem em solos não úmidos, é tolerante ao frio, tem bom valor forrageiro e alta produção de massa verde e baixa produção de sementes
Embalagem: 10 kg
Família: Poaceae
Cultivar: Marandú
Ciclo: Perene
Forma Crescimento: Touceira
Época: Outubro a Fevereiro
Fertilidade do Solo: Média
Profundidade: Até 2 cm
Massa Seca: 10 t/ha
Proteína: 09 a 12 %
Utilização
Tipo
: Pastoreio e Feno
    Animais: Bovinos
Resistência
Seca
: Alta
    Geada: Média
Entrada de Animais: 60 cm
Saída de Animais: 20 cm
Recomendação
    Densidade de Semente Revestida: 12 a 15 kg/hectare
    Densidade de Semente Não Revestida: 15 a 20 kg/hectare
Consorciação: Fabaceae (Leguminosa

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Marandú”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *